Ombros largos: como disfarçar na hora de se vestir

A silhueta invertida tende a transparecer alguém firme e segura.

Porém, não é a toda mulher que se sente a vontade com isso.

O modelo de corpo do triângulo invertido acontece quando os ombros são mais largos e os quadris mais estreitos.

Nesses casos o que acontece é que, conforme o modelo de roupa, o visual pode ficar mais masculinizado.

Fator que, para muitas mulheres, é considerado como um distanciamento da delicadeza feminina.

Pois bem, manter o equilíbrio da silhueta pode ser um tanto quanto difícil.

Mas com toda certeza, não é impossível.

E talvez essa seja a parte mais divertida das tantas opções da moda.

Para tudo há um jeito, novas combinações e macetes.

Porque, sendo sincera, não tem nada pior do que não estar se sentindo bem consigo própria.

E digo isso por experiência própria.

De nada adianta ouvir que você está linda com uma roupa, se não estiver satisfeita com ela.

Logo, fiz uma seleção das melhores dicas sobre como disfarçar ombros largos.

Acho importante o básico, dicas que podem ser aplicadas a qualquer momento.

Portanto, o objetivo é mostrar para você como é possível – e fácil – trazer a moda à seu favor para resolver o que tanto incomoda.

Confira alguns métodos!

Use e abuse dos decotes profundos

Os decotes são uma ótima solução para quem tem ombros largos.

Ainda mais aqueles que destacam o o colo, como o decote V profundo.

Vejam as opções acima, por exemplo.

Enquanto um diminui os ombros largos, o outro dá ênfase na região.

O objetivo do decote é justamente esse: chamar a atenção para a parte inferior do corpo.

Assim, a parte superior vai parecer menor.

Dessa forma, vai existir um contraste entre o local mais discreto e o mais valorizado.

Tornando a aparência da silhueta mais proporcional.

Por isso, evite roupas com decote arredondado, quadrado ou canoa.

Elas darão destaque e farão os ombros aparentarem ser maiores.

Fique de olho nas mangas e ombreiras

Roupas com mangas mais justas, curtas e com o menor volume devem ser as queridinhas do seu guarda-roupa.

Caso queira manter os olhares longe da área, essas peças são a dica.

Ainda que lindas roupas que criam volume, como a de Kylie Jenner, não são adequadas.

Uma vez que estilo princesa, bufantes, golas, ombreiras e regatas são as mais chamativas.

Blusas mais modestas, como a de Taylor Swift, deixam a parte superior do corpo mais discreta, com o toque desejado.

Nesse viés, outra opção super em conta para o dia a dia, são as blusas raglan.

Sabe, aquelas que normalmente vem com mangas mais escuras?

Então, elas tendem a afinar a região, deixando a aparência dos ossos mais finas.

Tanto pela sua cor, quanto pelo seu recorte diagonal.

Invista em peças mais discretas, que desviem a atenção da área.

Invista em cores escuras na parte de cima

Gurias, é algo tão simples, que chega a ser inacreditável pensar que faz tanta diferença.

Escolher se a peça mais escura fica em cima ou embaixo faz milagres.

Diante disso, looks com duas cores são um grande coringa.

Tudo que você precisa é saber a ordem certa.

Para explicar melhor, usei duas imagens.

Repare como na primeira, há um contraste ideal entre a blusa escura e o short mais claro.

Enquanto na segunda imagem, todo o foco está direcionado para a cor mais mais forte, que está em cima.

Perceberam a diferença?

Cores vibrantes e mais claras tendem a chamar mais a atenção.

Por isso, para afinar os ombros, vale à pena enfatizar os quadris.

Cores vivas são uma dica básica e simples de fazer isso.

Se você inverter essa ordem, valorizando a parte superior, acontecerá o oposto.

Dando maior destaque aos ombros, os deixando mais largos e fortes.

Estampas na parte inferior valorizam

Toda mulher tem aqueles dias em que quer dar uma variada no visual.

Roupas com listras verticais são suas aliadas para esse toque especial.

Ainda mais se usadas na parte inferior do corpo, como é o caso da primeira foto.

Uma vez que a estampa está no short e a blusa está mais leve e simples.

Evidenciando, assim, os quadris e deixando os ombros em segundo plano.

Em seguida, temos a segunda foto, onde acontece o oposto.

Eventualmente poderíamos reparar apenas na sua ordem.

Entretanto, não é só isso que causa o efeito inverso.

Peças de roupa com estampas na horizontal passam justamente pela parte que você quer esconder.

O que, obviamente, ressalta ainda mais a área.

Para disfarçar ombros largos peças com brilho, estampas e padrões na parte de baixo são uma boa aposta.

Desse modo, essa dica vale também para saias e outros modelos de roupa.

No caso de saias e vestidos, invista em peças mais rodadas e com babados.

E para a parte de cima, desvie das estampas sempre apostando no mais simples.

Afinal, como diria minha mãe, às vezes menos é mais.

Roupas superiores alongadas

Roupas alongadas ganharam destaque na temporada do ano passado.

Ficaram conhecidas por proporcionarem um charme no visual sem muito esforço

Mas além de chiques, sobretudo, as peças alongadas são chave para ombros largos.

Esse modelo deixa a proporção do corpo mais equivalente.

Porém, o melhor de tudo fica por sua variedade.

São cardigans, casacos, jaquetas e blusas para você diferenciar o visual.

Porque, sejamos sinceras, fugir da mesmice é incrível.

Roupas alongadas trazem um ar despojado e tornam o corpo mais proporcional visualmente.

Como o próprio nome já diz, seu objetivo é alongar.

Ou melhor, criar a ilusão de ombros mais estreitos.

Peças cropped, como da segunda imagem, devem ser distanciadas.

Trajes acima da cintura criam uma ruptura que direciona a atenção para cima.

Então, se você vir alguma peça assim, trate de olhar para o outro lado.

Colares e brincos

E para finalizar, claro que eu não poderia deixar de falar dos acessórios.

Apesar das roupas serem a maior mudança, os adereços também dão uma ajudinha.

Principalmente os colares, tem a função de ajudar no alongamento.

Seu objetivo mais específico é criar uma linha central alongada.

A fim de que, assim como o decote V, ele chame a atenção para a parte inferior.

Entretanto, não relacione com aqueles colares volumosos, como o da segunda imagem.

O colar ideal é aquele que, ou fica próximo ao pescoço, ou termina após os seios.

Acessórios mais longos e simples são mais vantajosos e desviam o foco.

Quanto aos brincos, arrisque com os mais discretos, pequenos.

Eles farão uma boa troca com colares mais longos e pulseiras vibrantes.

Então…

Por hoje é isso, meninas.

Me diverti muito escrevendo sobre esse assunto, e aprendi muito também!

E vocês, gostaram?

Agora é só aderir às dicas e nos contar como está se sentindo depois dessa mudança.

Beijos, e até logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *